Geraldo Jr

24
abr

GOVERNO TEMER EM UMA CONTAGEM REGRESSIVA

Michel Temer já não consegue apoio congressual nem para aprovar uma medida provisória com regras trabalhistas. O mercado vai reajustando para baixo suas previsões de crescimento da economia em 2018. A honestidade no setor público virou uma grande utopia. O que o presidente chama de reputação constitui, na verdade, a soma dos palavrões que sua impopularidade de 70% inspira nas esquinas e nos botecos. Com tudo isso, o suplício ainda vai durar oito meses e uma semana. Repetindo: faltam 253 dias para Temer retornar a São Paulo —ou ser levado para Curitiba.

O ocaso do governo Temer será um triste espetáculo. Hoje, o presidente é uma pequena criatura. A partir de outubro, quando as urnas pronunciarem o nome do sucessor, o poder do atual inquilino do Planalto deve virar um asterisco perdido em meio à  transição. Até lá, sempre que Temer enaltecer a própria gestão, como fez em rede nacional de TV na sexta-feira, muitos brasileiros desejarão viver no país que o presidente descreve com tanto enstusiasmo, seja ele onde for. Mas o Brasil real continuará sendo um lugar onde a vulgaridade política atrapalha a economia.

A administração Temer entrou em parafuso no dia 17 de maio de 2017, quando veio à luz o grampo do Jaburu. Desde então, a prioridade do presidente é não cair. Num primeiro momento, trocou a reforma da Previdência pelo congelamento de duas denúncias criminais. Agora, à espera da terceira denúncia, nomeou um ministério de nulidades para adular os partidos. Temer luta para retocar uma biografia em frangalhos, ao mesmo tempo que tenta restaurar a unidade de aliados que querem o cofre, não um bom nome.

Crivado de velhas denúncias e de novos inquéritos, Temer é salvo pela ausência de um vice. Foi condenado pela falta de alternativas a conduzir até o final um governo no qual a honestidade virou uma grande utopia. O que Temer chama de reputação constitui, na verdade, a soma dos palavrões que sua impopularidade de 70% inspira nas esquinas e nos botecos.

O amigo José Yunes acaba de informar à Polícia Federal que avisou a Temer sobre o envolope com propina que o ministro palaciano Eliseu Padilha mandou entregar no seu escritório, em São Paulo. Até o final da semana, a Polícia Federal deve pedir nova prorrogação do inquérito sobre portos. Mas não há de ser nada. Na contagem regressiva em que se converteu o governo, quinta-feira é dia de reajustar o Bolsa Família. Faltam 253 dias.

JOSIAS DE SOUZA

24
abr

FACHIN PEDE QUE PF CONCLUA ANÁLISE DE BENS APREENDIDOS DE AMIGOS DE TEMER

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu à Polícia Federal (PF) que conclua a análise dos bens apreendidos em uma das buscas realizadas na Operação Patmos, em maio do ano passado, deflagrada após a delação de executivos da J&F. A solicitação foi feita dentro da ação cautelar que autorizou a apreensão de bens nos endereços de Rodrigo Rocha Loures, ex-deputado e ex-assessor do presidente Michel Temer, e de João Baptista Lima Filho, o Coronel Lima, amigo do presidente. O despacho é do dia 18 de abril.

A buscas também ocorreram nas empresas Argeplan Arquitetura e Engenharia, do Coronel Lima, Rodrimar Comércio Exterior e Logística Global, e na sede do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

A determinação de Fachin foi feita após a Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitar, em 9 de abril, que os novos documentos resultantes desta busca e apreensão fossem juntados ao inquérito que investiga o presidente Michel Temer pela edição do Decreto dos Portos, aberto em setembro do ano passado. Nesse requerimento, a PGR também ressaltou a necessidade de finalização da análise de alguns dos itens apreendidos.

No despacho, ao pedir que a PF conclua os exames, Fachin afirmou que “mostra-se imprescindível a adoção dos procedimentos necessários à extração dos dados dos bens apreendidos, com os padrões correspondentes ao tipo de evidência.”

Sobre o pedido de compartilhamento, o ministro autorizou a solicitação da PGR, e orientou que a procuradoria peça as cópias dos documentos à Secretaria Judiciária do Supremo. Fachin ainda explicou que cabe ao ministro Luís Roberto Barroso, relator do inquérito dos Portos, autorizar que os documentos sejam anexados definitivamente a esta investigação.

Compartilhamento. O STF já aceitou o pedido para que os resultados de busca e apreensão desta ação sejam compartilhados com as investigações do inquérito dos Portos. Alguns itens, no entanto, ainda não foram anexados. Segundo Raquel, os novos documentos “são importantes para elucidação dos fatos investigados no Inquérito n° 4621 (inquérito dos Portos).”

O inquérito dos Portos apura se a Rodrimar, empresa que opera no Porto de Santos, foi beneficiada pelo decreto assinado pelo presidente em maio, que ampliou de 25 para 35 anos as concessões do setor, prorrogáveis por até 70 anos.

Além do presidente, são investigados Rocha Loures, Antônio Celso Grecco e Ricardo Conrado Mesquita, respectivamente, dono e diretor da Rodrimar. Todos negam irregularidades.

24
abr

EZEQUIEL DIZ QUE FILIAÇÃO DE PAULINHO FREIRE AO PSDB, ENGRANDECE O PARTIDO NA CAPITAL

Presidente estadual do PSDB, o deputado Ezequiel Ferreira de Souza, enalteceu a chegada ao partido do ex-deputado, ex-prefeito e vice de Natal, o vereador Paulinho Freire, já eleito presidente do Poder Legislativo da capital potiguar, no biênio 2019-2020. O PSDB já conta com os vereadores Aroldo Alves e Dickson Nasser Jr., que se destacam na atuação parlamentar.

“A filiação de Paulinho Freire ao PSDB engrandece o partido na capital. É um quadro que qualquer partido gostaria de ter, pela sua competência, articulação e conciliação política. Respeitamos os compromissos que ele já tinha assumido com o G-9, grupo de partidos que se formaram para concorrer às eleições proporcionais. O PSDB vem crescendo no interior e agora também amplia sua bancada em Natal. O nome de Paulinho pode compor qualquer chapa majoritária na condição de vice-governador ou suplente de senador”, afirmou Ezequiel Ferreira, que preside a Assembleia Legislativa.

23
abr

NELTER QUEIROZ SAI NA DEFESA DOS PESCADORES POTIGUARES

O deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) participou nesta segunda-feira (23) da Assembleia Geral realizada pela Federação dos Pescadores do RN (FEPERN), realizada no auditório da CBTU, em Natal, com a presença de vários presidentes de colônias de pescadores de todo o Estado. A pauta do encontro girou em torno da normalização do pagamento do seguro defeso aos pescadores prejudicados pela Portaria Interministerial 78/2017, emitida pelos Ministérios do Desenvolvimento e Meio Ambiente.

“Iniciamos a semana levando nosso apoio aos pescadores que estão sofrendo devido a irregularidade no recebimento do seguro defeso”, frisou o parlamentar, destacando que a portaria em questão foi sustada na última quarta-feira (18) pelo Senado Federal, através do Projeto de Decreto Legislativo 29/2018, de autoria do senador Cássio Cunha Lima (PSDB/PB), e que agora segue pra análise na Câmara dos Deputados”.

Ainda de acordo com Nelter Queiroz, seu mandato ecoa a voz e os pleitos dos pescadores não só na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, mas também junto aos deputados federais e senadores que compõe a bancada federal potiguar no Congresso Nacional. “Estamos na luta junto aos deputados federais, como estivemos junto aos senadores, para que estes parlamentares derrubem na Câmara a Portaria 78/2017,  fazendo com que o pagamento do seguro defeso volte à normalidade”.

23
abr

FHC: “É PERIGOSO TRANSFORMAR O JUIZ EM LÍDER POLÍTICO” O ex-presidente é o convidado da vez do ‘Política & Etc’. Assista

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso participa do Política & Etc (Foto: Rodrigo Paiva)

Às vésperas de lançar o livro Crise e Reinvenção da Política no Brasil, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso voltou a analisar o cenário eleitoral para a corrida presidencial de 2018, agora com o também ex-presidente Lula preso, o senador Aécio Neves réu pelo Supremo Tribunal Federal e Joaquim Barbosa despontando nas pesquisas. “Eu acho perigoso você transformar o juiz em líder político. É uma pessoa [Joaquim Barbosa] que eu respeito, falei poucas vezes com ele, mas ele é juiz”, disse FHC durante entrevista ao programa Política & Etc, da GQ Brasil, na última quinta-feira (19).

Sobre a prisão do ex-presidente Lula, FHC comentou as declarações da senadora e presidente do PT Gleisi Hoffmann de que o objetivo da prisão é não permitir que Lula seja candidato na eleição deste ano. “Inacreditável, uma loucura completa.” “Voltaram a ter uma posição que era de um radicalismo sem consistência nos fatos, quando eles tinham a seiva do movimento sindical, do movimento social.”

O ex-presidente comentou também sobre o fato do senador Aécio Neves ter se tornado réu pelo Supremo Tribunal Federal. “O Aécio, que se tornou réu, é verdade e é lamentável tudo isso, disse [sobre a acusação] e nisso ele tem razão: uma relação que não passa pelo Estado, pelo Tesouro e nem pelo partido. Houve um desvio de ordem de conduta. Não foi o PSDB. Isso não perdoa os erros, mas é preciso diferenciar.”

GQ Brasil

23
abr

PARLAMENTARES SOLICITAM AÇÕES DE SAÚDE E EDUCAÇÃO PARA A REGIÃO METROPOLITANA DE NATAL

Os deputados Albert Dickson (PROS) e José Dias (PSDB) apresentaram pleitos ao Governo do Estado, solicitando, respectivamente, a contratação de médicos especialistas para o Centro Clínico da Polícia Militar, no bairro do Alecrim, e a construção de uma escola de ensino fundamental e médio para o Conjunto Habitacional Manoel Dias, localizado em Macaíba.

Objetivando contribuir para a melhoria da Saúde no Estado, Albert Dickson apresentou requerimento em busca da contratação de médicos nas especialidades de Psiquiatria e Gastroenterologia para a clínica da Polícia Militar que fica no Alecrim.

“O referido Centro Clínico é indispensável para os militares e seus familiares que necessitam de acompanhamento médico especializado para seu tratamento. Se o local ficar sem psiquiatra e gastroenterologista, corre o risco de se tornar ineficiente, comprometendo a dignidade dos pacientes”, argumenta Albert.

O deputado José Dias, por sua vez, pleiteou ação para proporcionar o acesso à Educação a crianças e adolescentes potiguares. Nesse sentido, o parlamentar requereu a construção de escola de ensino fundamental e médio para o Conjunto Habitacional Manoel Dias, no município de Macaíba, região metropolitana de Natal.

“Esse conjunto habitacional possui cerca de 550 residências e aproximadamente 1800 moradores. Devido à sua localização, é difícil a locomoção dos estudantes até a escola mais próxima”, explica José Dias.

O deputado conclui dizendo que a obra “dotará a população de importante bem público, além de facilitar o retorno à sala de aula daqueles que precisaram interromper seus estudos devido à distância e dificuldade de transporte”.

23
abr

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA LANÇA CAMPANHA DE CUIDADO COM OS IDOSOS

“A vida começa frágil e termina também”. É com esse slogan que a Assembleia Legislativa lança campanha e chama a atenção para o cuidado com os idosos que representam hoje 14,3% da população do Brasil. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), há hoje 29,3 milhões de idosos no país. Envelhecer com dignidade e qualidade de vida é algo desejado pela sociedade mundial para todas as nações.

“Os cuidados que recebemos desde criança até adultos devemos retribuir a quem cuidou de nós com carinho. Esse é o objetivo da campanha educativa que conscientiza a todos sobre a importância de cuidar, superar os preconceitos que ainda colocam os mais velhos como excluídos muitas vezes por questões de locomoção, outras por falta de respeito e atenção aos mais velhos” destaca o presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira (PSDB).

As versões da campanha no rádio e na TV alertam que o abandono do idoso longe dos cuidados e da atenção da família é tão grave quanto fazer o mesmo com uma criança. Lidar com as fases da vida e aprender a respeitar os diferentes contextos desperta nos jovens a tolerância e a fraternidade entre gerações. Destaca também a sabedoria dos mais velhos em entender as novas gerações. “Cuide de quem dedicou a vida a você e respeite os idosos: dê preferência em filas, assentos de transporte público e respeite as vagas exclusivas”, alerta a campanha.

“A campanha educativa da Assembleia tem a expectativa de sensibilizar a sociedade potiguar, como nas outras edições das campanhas da adoção em 2015, da campanha de saúde e combate ao zika vírus e microcefalia e da doação de órgãos em 2017, mudando a realidade de muitos norte-rio-grandenses com peças publicitárias em todas as áreas de comunicação”, comenta a diretora de Comunicação da Assembleia, Marília Rocha.

Ainda de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), a estimativa é que, até 2030, o universo de idosos no Brasil chegue a 41,5 milhões de pessoas, o equivalente a 18% dos brasileiros. Nesse ano, essa participação deve ultrapassar a de crianças entre 0 a 14 anos.

23
abr

PESQUISAS REVELAM ESPAÇO PARA OS ANTIBOLSONARO

Marcos Alves

Se você perceber que os candidatos do chamado centro-liberal estão abrindo fogo contra Jair Bolsonaro, não se espante.

Pesquisas qualitativas de dois pré-candidatos mostraram que existe espaço para um antiBolsonaro: alguém sem relação com o PT, mas que também repudie o discurso autoritário do capitão reformado.

Muitos pesquisados disseram temer, nas palavras de um deles, “uma Dilma de direita”— ou seja, um presidente sem diálogo para governar o país.

LAURO JARDIM

23
abr

ABC VENCE A JUAZEIRENSE COM DOIS JOGADORES EXPULSOS EM JOGO DIFÍCIL

O ABC venceu a primeira na Série C do Campeonato Brasileiro 2018. Na tarde desse domingo (22), o Alvinegro recebeu a Juazeirense-BA no estádio Frasqueirão e levou a melhor por 1 a 0. O gol do triunfo foi marcado por Leandrão, no fim do primeiro tempo.

Com os três pontos, o time potiguar ocupa a 5ª posição do grupo A da Terceira Divisão. Na próxima rodada, a equipe enfrenta o Santa Cruz, no estádio Arruda, no Recife/PE. A partida será no sábado (28), às 16 horas.

Em campo

O duelo não foi fácil para o ABC. Com dificuldades para criar jogadas, o time potiguar viu o adversário chegar com perigo em algumas oportunidades. Contudo, o Alvinegro abriu o placar aos 45 minutos. Arez levantou na medida para Leandrão cabecear para as redes.

Na volta do intervalo, a equipe abecedista voltou melhor e pressionou em busca do segundo. No entanto, parou no goleiro rival.

A situação ficou complicada quando Fessin foi expulso. Com um a menos, a Juazeirense voltou a pressionar. Antes do fim, o ABC ainda perdeu o zagueiro Samuel, que também foi expulso. Mesmo assim, o Alvinegro suportou a pressão e acabou o jogo com a vitória.

Globo

No sábado, o Globo enfrentou o Remo-PA fora de casa e perdeu por 1 a 0. O gol foi marcado pelo atacante Isac, de pênalti, no primeiro tempo. A Águia é a 6ª colocada do grupo A.

PORTAL NO AR

23
abr

AÉCIO PEDIA INVESTIGAÇÃO IMPARCIAL, DIZ JOSÉ EDUARDO CARDOZO

Ministro da Justiça no governo Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo afirma que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) já o visitou no gabinete para tratar de investigações da Polícia Federal. “Algumas vezes ele me procurou, mas nunca pediu para mudar o delegado. Pedia imparcialidade da PF, que não fosse perseguido. Uma vez foi falar do caso do senador Antonio Anastasia”, revela. A resposta do petista era sempre a mesma: a lei era para todos, adversários políticos não seriam perseguidos e qualquer atitude da PF diferente disso seria investigada.

Encerrado. O inquérito que preocupava Aécio foi arquivado pelo Supremo em fevereiro de 2016. A PF não conseguiu provas de que o doleiro Alberto Youssef teria destinado R$ 1 milhão a uma pessoa que parecia ser Antonio Anastasia.

Habitué. Aécio também teria tratado de inquéritos da PF com Osmar Serraglio, que foi ministro da Justiça de Temer, mas a conversa foi em outro tom. Ao Globo, ele contou que foi pressionado pelo senador a trocar o delegado que o investigava no caso JBS.

Com a palavra. O tucano diz que esteve com Cardozo “mais de uma vez” e que “jamais” tratou com o ministro qualquer assunto que não pudesse ser discutido “à luz do dia”. O tucano nega pressão a Serraglio.

Coluna do Estadão

21
abr

EZEQUIEL FERREIRA FAZ VISITA AO VALE DO CEARÁ MIRIM E PRESTA CONTAS DO SEU MANDATO PARLAMENTAR

O deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa, visitou nesta sexta-feira (20), Ceará Mirim, na Região Metropolitana de Natal, onde conversou com a comunidade do Vale do Ceará Mirim e Coqueiros, prestando contas deu ações do seu mandato parlamentar. Receberam o deputado, o vereador da comunidade, Irmão Carlos, o prefeito Marconi Barretto, o presidente da Câmara, Ronaldo Venâncio e vereadores: Marcos Faria, Luciano Morais, Carina Freitas, João dos Ônibus, Marcílio Jr. e Jácio Praxedes. Além do prefeito de Cruzeta, José Sally.

Na comunidade Coqueiros, Ezequiel falou sobre a destinação de emendas ao Orçamento Geral do Estado (OGE), que destina recursos para aquisição de uma nova ambulância e a dragagem da bacia do Vale do Ceará Mirim, possibilitando o escoamento das águas e fortalecendo a produção de hortifrutigranjeiros. Na área de Segurança, Ezequiel destacou a destinação por parte da Assembleia Legislativa de uma viatura da Policia Militar e outra para atender a Polícia Civil, do município. “Agora Ceará-Mirim precisa de aumento do efetivo para dar condições de trabalho à polícia local”, enfatizou o deputado.

Entre os benefícios solicitados para a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento sócio econômico de Ceará-Mirim e região está à construção do abatedouro público. “Essa importante obra foi uma reivindicação do nosso mandato. A Emater foi quem conduziu a obra. O abatedouro tem capacidade para abater 100 animais por dia e até 3 mil por mês. Vai possibilitar a mudança do status do abate de animais em todo o Vale do Ceará Mirim”, ressaltou Ezequiel Ferreira. Outras ações parlamentares também já atendidas foram a abertura do Centro de Educação Tecnológica nos distritos de Coqueiros, Primeira Lagoa e Maçaranduba e a recuperação do trecho rodoviário que interliga a RN-160 à RN 306.

Além dessas reivindicações já atendidas, o deputado Ezequiel também requereu a pavimentação e drenagem de ruas na região de Gravatá, Primavera, Quiri, Mangabeira e Riacho de Goiabeira. Programas Moradia Cidadã, Cartão Reforma, melhoria da RN 305, ligando Pitangui a Jacumã; reforma de escolas, sistema de vídeo monitoramento, posto policial para o conjunto Luiz Varela, e Raquete de Palma Forrageira, posto policial para o conjunto Luiz Varela e Posto Policial no bairro Verdes Canaviais também são cobranças do deputado junto às instâncias governamentais.

 

20
abr

NOTA – ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte recebeu ofício assinado pelo vice-procurador-geral da República, Luciano Mariz, junto ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), para tomar providências sobre supostas práticas de crime de responsabilidade praticado pelo chefe do Executivo potiguar.

O Poder Legislativo foi notificado e encaminhará à Procuradoria Geral da Assembleia para providências da Casa Legislativa.

Palácio José Augusto
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

20
abr

MEMORIAL LEGISLATIVO VAI ÀS ESCOLAS DO RIO GRANDE DO NORTE

Conhecer a história do Poder Legislativo é entender o presente do Rio Grande do Norte. Para contribuir cada vez mais com o resgate dos fatos que marcaram o passado e fizeram parte da construção do estado, a Assembleia Legislativa tem atuado na melhoria do Memorial do Legislativo Potiguar. O objetivo é aproximar cada vez mais a população do acervo que remete aos mais importantes fatos da história. Para isso, o Memorial chegará às escolas do Rio Grande do Norte.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), tem como um dos objetivos de sua gestão a ampliação e melhoria do Memorial do Legislativo. Para o parlamentar, contribuir com a disseminação do conhecimento acerca dos fatos que marcaram a história do estado é contribuir com a formação de cidadãos mais conscientes e vigilantes aos acontecimentos atuais.

“Queremos manter viva a história do Poder Legislativo e do Rio Grande do Norte, ajudando o povo potiguar a entender os fatos com o transcorrer dos anos. Levando o Memorial diretamente aos estudantes, vamos ter um papel ainda mais especial na formação desses cidadãos”, avalia Ezequiel Ferreira.

Implantado através da Resolução 055/2009, da Mesa Diretora do Poder Legislativo, o Memorial tem uma perspectiva inclusiva e participativa, buscando valorizar a história do papel social da Casa Legislativa no desenvolvimento da cidadania. O objetivo é promover o resgate e a divulgação dessa história, disseminar a memória urbana através de ambientação cultural-educativa, acessíveis ao público e garantindo a sua apreciação por atuais e futuras gerações. Isso é o que motiva a constante ampliação e conservação do espaço.

De acordo com o diretor do Memorial do Legislativo, jornalista Aluísio Lacerda, o material que remete à história do Poder Legislativo chega constantemente ao espaço. São fotos, objetos e documentos que são doados por pessoas que contribuem com a conservação da história do Rio Grande do Norte. “Temos um acervo que sequer cabe no espaço para a exposição. Temos todo o cuidado para preservar esse material, que é a memória viva do Rio Grande do Norte”, destaca Lacerda.

O zelo com o acervo é um dos motivos pelos quais o Memorial está produzindo réplicas de parte do material para que, assim, ocorram exposições itinerantes nas escolas do Rio Grande do Norte. Até hoje, o Memorial esteve fora de sua sede uma vez, quando passou 15 dias no Midway Mall aberto à visitação e mais de 3 mil pessoas foram ao estande montado no terceiro piso do shopping. Agora, o objetivo é seguir até as escolas públicas de Natal e do interior do estado, levando o acervo que retrata a história potiguar.

“O nosso objetivo é que ainda neste semestre possamos começar a percorrer as escolas. Começaremos por Natal e, em seguida, iremos às demais cidades. Várias escolas já demonstraram interesse e estamos com uma vasta lista. Vamos viabilizar as visitas e contribuir com o conhecimento dos nossos estudantes”, explica Aluísio Lacerda.

20
abr

NELTER COBRA MELHORIAS ESTRUTURAIS PARA RODOVIAS DE DIVERSAS REGIÕES DO ESTADO

Buscando viabilizar melhorias para rodovias estaduais e federais do Rio Grande do Norte, o deputado estadual Nelter Queiroz (MDB) fez uma série de solicitações ao Governo do Estado, através do Departamento de Estradas de Rodagens (DER/RN) e ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) cobrando o desenvolvimento estrutural e a recuperação asfáltica das RNs 023, 064, 233 e 288, e da BR-110.

“Em todas as rodovias em questão percebemos o grande número de buracos que colocam em risco a vida dos condutores que nelas trafegam, principalmente, durante a noite. Sabemos que o período chuvoso acelera o processo de desgaste da malha asfáltica de nossas estradas, porém aguardamos sensibilidade e celeridade do DER/RN e do DNIT na recuperação destas importantes rodovias”, frisou o parlamentar.

As RNs 023 e 064 estão localizadas nas proximidades de Touros, interligam municípios da região do Mato Grande e necessitam do alargamento em suas estruturas. Já a RN-233 e a BR-110, interligam municípios do Médio Oeste e Vale do Assú, respectivamente, Triunfo Potiguar, Paraú e Assú; e Campo Grande e Upanema; e necessitam urgentemente da realização da operação tapa-buracos. Por fim, a RN-288 interliga os municípios seridoenses de Carnaúba dos Dantas, Acari, Cruzeta, São José do Seridó, Caicó e Jardim de Piranhas ao estado da Paraíba, e também necessita de uma recuperação asfáltica devido aos vários buracos existentes.

“Outra solicitação de nosso mandato diz respeito a pavimentação asfáltica da estrada que liga o IFRN ao povoado Totoró, em Currais Novos. A viabilização deste pleito é de extrema importância para o desenvolvimento turístico do município, uma vez que o povoado Totoró apresenta diversos atrativos como: a Pedra do Caju, o Pico do Totoró e a Pedra do Sino, além de pinturas rupestres e o marco da primeira missa realizada em Currais Novos”, destacou Nelter.

20
abr

MARINA SE DEFENDE DE APOIO A AÉCIO EM 2014 E APOIA FIM DE FORO PRIVILEGIADO

Em sua segunda viagem à capital mineira em menos de 10 dias, a pré-candidata da Rede Sustentabilidade ao Palácio do Planalto, Marina Silva, se defendeu nesta quinta-feira, 19, do apoio que deu ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), no segundo turno das eleições para o governo federal em 2014.

O tucano é réu em processos por corrupção passiva e obstrução da Justiça no Supremo Tribunal Federal (STF). Marina ficou em terceiro lugar nas eleições de 2014, que teve Dilma Rousseff (PT) e Aécio no segundo turno. A petista venceu e, em 2016, sofreu impeachment.

“Fui a pessoa que sugeriu que levasse o senador Aécio Neves ao Conselho de Ética do Senado. E defendo que não se tenha dois pesos e duas medidas. Na época em que foi declarado o apoio, ninguém sabia o que o Aécio e a Dilma fizeram. A maioria de vocês aqui (disse, se dirigindo a repórteres) votou em um dos candidatos do segundo turno. Aposto que não sabiam. Se soubessem, com certeza não votariam. Então, a mesma coisa fui eu”, afirmou.

Marina Silva esteve em Belo Horizonte para encontro com o prefeito da cidade, Alexandre Kalil (PHS), que tem como vice Paulo Lamac, do mesmo partido da pré-candidato. Sobre a agenda constante na capital do Estado com o segundo maior colégio eleitoral do País, Marina disse que vem desenvolvendo um trabalho na área ambiental com jovens.

A pré-candidata disse ainda ser a favor que se acabe com o foro privilegiado. “Porque a prisão em segunda instância está correta no meu ponto de vista, mas se cria dois pesos e duas medidas quando o foro privilegiado permite que o Renan Calheiros, o Romero Jucá, o Aécio, o Temer, o Padilha fiquem escondidos atrás do foro privilegiado”.

Ex-senadora pelo Acre, quando ainda era filiada ao PT, Marina disse que a próxima eleição para presidente da República vai ser muito importante para a História do Brasil. “Eu tenho insistido: esse é o momento de se fazer uma grande mudança no Brasil, é que se deve apostar na vitória da postura, e não das velhas estruturas. Quem criou o problema não vai resolver o problema”, disse.

Marina não quis responder se pretende evitar alianças com partidos que tiveram filiados envolvidos na Operação Lava Jato. “Nós separamos as pessoas. Eu sempre digo que pessoas boas existem em todos os partidos e pessoas ruins existem em todos os partidos. No MDB, por exemplo, o Pedro Simon está me apoiando”, afirmou a ex-parlamentar.

Vice ideal

Marina, que também foi ministra do Meio Ambiente no governo de Lula, afirmou que sua candidatura está posta e que brinca quando a questionam se vai ser vice de alguém. “Foram tantos dando rasteira no titular que parece que estão todos querendo um vice que seja 100% confiável. A minha candidatura é uma realidade que está posta e não depende das demais”.

Nos últimos dias surgiram especulações sobre a possibilidade de aliança entre a Rede e o PSB, que tem como pré-candidato o ex-ministro do STF Joaquim Barbosa. Em Belo Horizonte, Marina voltou a negar essa possibilidade e disse saudar a “decisão de Joaquim Barbosa de “contribuir com a política”.

Estadão

 

20
abr

EX-MINISTRO CONFIRMA PRESSÃO DE AÉCIO NEVES PARA NOMEAR DELEGADO DA PF PARA INVESTIGAR “SUAS AÇÕES DELITUOSAS”

Ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio (PP) confirma denúncia da Procuradoria-Geral da República de que Aécio Neves (PSDB) tentou alterar o curso de investigações na Lava-Jato. O deputado acusou o senador tucano de pressioná-lo, quando era ministro, para nomear um delegado da Polícia Federal “de sua preferência para investigar suas ações delituosas”. Aécio se tornou réu esta semana por corrupção passiva e obstrução de Justiça. Na denúncia, o então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, diz que Serraglio foi substituído, em maio do ano passado, depois de pressão de Aécio e outros parlamentares.

Em conversa gravada por Joesley Batista, Aécio desqualifica a nomeação de Serraglio e se refere ao então ministro com palavrões. O deputado confirma: “Já se descortinam algumas das razões, de alto nível político-partidário, que instabilizaram minha permanência na pasta”. Serraglio adiciona outro nome à lista: “Pressões semelhantes advieram do senador Renan Calheiros (PMDB), ex-presidente do Congresso Nacional, multi-investigado pela Polícia Federal”.

Vejam a entrevista do ex-ministro ao O GLOBO: https://blogs.oglobo.globo.com/poder-em-jogo/post/voz-da-testemunha.html

20
abr

JOESLEY AFIRMA QUE PAGAVA MESADA DE R$ 50 MIL PARA AÉCIO NEVES

O empresário Joesley Batista afirmou à Procuradoria-Geral da República que pagou R$ 50 mil por mês a Aécio Neves (PSDB-MG), ao longo de dois anos, por meio de uma rádio da qual o senador era sócio.

Os pagamentos, de acordo com Joesley, foram solicitados diretamente pelo tucano em um encontro no Rio, no qual Aécio disse que usaria o dinheiro para “custeio mensal de suas despesas”, segundo palavras do empresário da JBS.

Joesley entregou aos procuradores 16 notas fiscais emitidas entre 2015 e 2017 pela Rádio Arco Íris, afiliada da Jovem Pan em Belo Horizonte. A JBS figura nas notas como a empresa cobrada.

A Folha teve acesso ao relato, que está em um dos anexos da colaboração do empresário entregue à PGR em 31 de agosto do ano passado, em material complementar à primeira leva, de maio –que atingira o presidente Michel Temer e também Aécio.

As notas fiscais têm como justificativa a prestação de “serviço de publicidade” e trazem a descrição de que o valor mensal era de “patrocínio do Jornal da Manhã”, um dos programas da rádio.

Pela soma das notas fiscais, a JBS pagou à rádio da família de Aécio R$ 864 mil.

Reportagem da Folha de 13 de março revelou que Aécio vendeu suas cotas da rádio Arco Íris para Andrea Neves, sua irmã, por R$ 6,6 milhões em setembro de 2016.

Nas declarações de Imposto de Renda do tucano, obtidas pela PGR mediante quebra de sigilo autorizada pelo Supremo, o valor declarado das mesmas cotas em 2014 e 2015 foi de R$ 700 mil. Com o negócio com a irmã, o patrimônio declarado de Aécio chegou a R$ 8 milhões em 2016.

No relato aos procuradores, Joesley disse não saber se algum serviço de publicidade foi de fato prestado pela rádio Arco Íris, mas reforçou que o objetivo dele foi repassar os R$ 50 mil mensais a fim de manter um bom relacionamento com o senador, que tinha sido candidato à Presidência em 2014 e poderia voltar a ser em 2018.

As notas fiscais mencionam o valor de R$ 54 mil, mas no anexo à PGR Joesley cita R$ 50 mil —ele não esclarece se a diferença era imposto a ser abatido para repassar o valor exato que teria sido solicitado pelo tucano.

Acompanham as notas fiscais os respectivos comprovantes de pagamentos, feitos via transferência eletrônica ou boleto bancário.

Os pagamentos saíram da conta da JBS S.A. direto para a da Rádio Arco Íris Ltda., que fica na agência número 0925 do banco Itaú, localizada na Savassi, bairro nobre de Belo Horizonte.

O primeiro pagamento registrado é de julho de 2015, mais de um ano depois do início da Operação Lava Jato. O último, de junho de 2017. À época, a delação da JBS já tinha vindo a público e Andrea e o primo, Frederico Pacheco, já tinham sido presos.

Os dois foram detidos em maio e soltos pelo STF no mês seguinte em razão do episódio em que Aécio foi gravado por Joesley pedindo R$ 2 milhões. Parte desse montante foi entregue ao primo do tucano em dinheiro vivo, em uma ação filmada pela PF.

Aécio, a irmã, o primo e um assessor de um senador aliado tornaram-se réus no STF na última terça (17), sob acusação de corrupção passiva nesse caso. A defesa diz que os R$ 2 milhões eram um empréstimo pedido a Joesley, que induziu o tucano a receber em dinheiro vivo.

Para a defesa, houve um flagrante armado por Joesley e membros da Procuradoria em março de 2017. O material da mesada entregue aos procuradores indica que empresário e senador tinham relação anterior à delação.

OUTRO LADO

O advogado de Aécio Neves, Alberto Toron, disse, por meio de nota, que Joesley Batista se aproveita de uma “relação comercial lícita” para “forjar mais uma falsa acusação”.

Ele confirmou a relação financeira entre JBS e a rádio Arco Íris e negou que o senador, ao contrário do que diz Joesley, tenha solicitado os recursos para despesas pessoais.

“O senador jamais fez qualquer pedido nesse sentido ao delator, da mesma forma que, em toda a sua vida pública, não consta nenhum ato em favor do grupo empresarial.”

De acordo com o advogado, a prova de que a relação com a rádio era legal é que o contrato com a JBS foi mantido normalmente até o encerramento, quando a delação de Joesley já tinha sido feita.

FOLHAPRESS

 

19
abr

PREFEITURA DE CURRAIS NOVOS CONCLUI OBRA DA “FEIRA LIVRE” E ENTREGA NOVOS ESPAÇOS AOS FEIRANTES

A Prefeitura Municipal de Currais Novos deu início na manhã desta quinta-feira (19) a entrega oficial dos novos espaços que os feirantes do município irão dispor na “Nova Feira Livre” localizada no terceiro canteiro da Rua Laurentino Bezerra, que passou por obras nos últimos anos para receber as 264 bancadas que comercializarão frutas, verduras, mangaio, dentre outros produtos.

As novas bancadas dão melhores condições de comercialização dos produtos pelos feirantes, além de uma melhor manipulação e condicionamento dos alimentos, e todas possuem ponto de energia, além de água que é distribuída a cada setor. Na manhã desta quinta, a secretária municipal de agricultura, meio ambiente e abastecimento, Fátima Barros, e equipe da secretaria, acompanharam a mudança dos feirantes do antigo espaço para o novo. A Secretaria de Obras está realizando limpeza em todo o espaço ao redor da Feira Livre onde as bancadas de madeira deverão ser retiradas com o decorrer da mudança.

Page 1 of 662