CÁLCULO DO DESEMPREGO É ‘UMA FARSA’, DIZ BOLSONARO

6
nov

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse nesta segunda-feira que pretende rever a forma como a taxa de desemprego é calculada no país.

A declaração foi dada em entrevista à Band e foi criticada por economistas que acompanham os dados de mercado de trabalho.

O tema é um dos mais sensíveis na economia, com uma taxa de 11,9% de desemprego, o que significa que 12,4 milhões de pessoas estão em busca de uma oportunidade.

Na mesma entrevista, ele se posicionou em relação a outras pautas econômicas, como a reforma da Previdência, defendendo a medida sem dar detalhes.

Bolsonaro criticou a metodologia da taxa de desemprego após ser informado sobre os números recentes, divulgados pelo IBGE. Sem citar o instituto, o futuro presidente disse que o número é “uma farsa