CABRAL ACOMPANHA DEPOIMENTO DE LULA A BRETAS POR VÍDEO: ‘PRESIDENTE, MEU ABRAÇO AO SENHOR’

5
jun

Foto: Calos Magno – Arquivo

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apareceu nesta terça-feira pela primeira vez desde sua prisão há dois meses. Ele está sendo ouvido pelo juiz Marcelo Bretas, por meio de videoconferência, após ser convocado como testemunha de defesa do ex-governador Sérgio Cabral (MDB), no processo em que o emedebista é acusado de participar de um esquema de compra de votos para que o Rio fosse escolhido sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Lula apareceu bem-humorado e brincou com o fato de estar usando no depoimento a mesma gravata que vestia quando o Rio foi escolhido pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

– Estou bonito – brincou Lula.

Logo no início do depoimento, o juiz advertiu o ex-presidente de que a imprensa estava acompanhando a audiência e que a oitiva era apenas para que ele respondesse perguntas das defesas e do Ministério Público Federal (MPF).

– Meu compromisso é com a verdade porque duvido que tenha um brasileiro que busque mais a verdade do que eu, cansado de mentiras – afirmou Lula.

Bretas alertou Lula de que não era um depoimento para fazer digressões políticas.

– Mas também não é um depoimento de sim ou não? – indagou o petista.

Cabral compareceu ao depoimento e pediu logo no início para mandar um recado para Lula. Bretas virou a câmera e deixou que o ex-presidente visse o ex-governador.

– Presidente, meu abraço ao senhor e meus sentimentos pelo falecimento de Dona Marisa – lamentou Cabral.

– Obrigado, Sérgio – respondeu Lula.

No início da audiência, antes de dar início ao depoimento, Bretas brincou com Lula:

– Não fala mal de mim que eu estou ouvindo.

Bretas também avisou a Cabral que liberou a vinda de sua mulher Adriana Ancelmo à Justiça Federal para que pudessem se ver. O ex-governador também foi autorizado a ver o neto, como revelado pelo colunista Lauro Jardim.

O Globo