MINISTRO DA JUSTIÇA SE DIZ SURPRESO COM A FALTA DE PREPARO DOS PROCURADORES QUE FIZERAM DELAÇÃO DA JBS

11
set

O ministro da Justiça, Torquato Jardim, 67, se diz “surpreso” com o que considera falta de preparo dos procuradores que fizeram a delação da JBS. Para ele, a prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud trará “consequências graves” para o caso.

Torquato assumiu o cargo em maio logo após as revelações feitas pelos delatores da empresa, o que levantou suspeitas de que poderia tentar influenciar a Lava Jato. Três meses depois, classifica a afirmação como “ridícula”.

Em entrevista à Folha, ele confirmou a mudança no comando da Polícia Federal, mas evitou adiantar nomes.

Diz ainda ser “chocante” a descoberta dos R$ 51 milhões em dinheiro vivo em um “bunker” ligado a Geddel Vieira Lima, ex-ministro de Lula e Temer.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *