AGOSTO LILÁS: ASSEMBLEIA LEGISLATIVA PROMOVE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM SÃO GONÇALO DO AMARANTE

10
ago

Dentro da programação da Assembleia Legislativa para o Agosto Lilás, mês dedicado ao combate à violência contra a mulher, a Casa promove nesta sexta-feira (11), a partir das 14h, no plenário da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante, uma audiência pública com o tema “A dignidade da Mulher no Agosto Lilás”. O debate é uma iniciativa da Frente Parlamentar da Mulher, presidida pela deputada estadual Cristiane Dantas (PCdoB).

“Escolhemos a cidade de São Gonçalo para sediar essa primeira ação da Frente Parlamentar em razão dos índices de violência doméstica registrados no município. Diante disso, entendemos que é preciso levar cidadania e informação para as famílias e profissionais que atuam diretamente com o tema como forma de prevenir e combater esses casos”, justifica Cristiane Dantas, propositora da audiência pública.

O debate, que conta com a parceria da Defensoria Pública do Estado, será voltado para os profissionais da saúde, educação e assistência social do município, bem como para agentes de segurança pública e representantes do Ministério Público e do Tribunal de Justiça com atuação em São Gonçalo do Amarante. O objetivo é orientar e esclarecer abordagens acerca da Lei Maria da Penha, a prevenção da violência doméstica e a melhoria na rede de assistência das mulheres vítimas de violência no município.

A audiência vai suceder outra ação conjunta entre a Frente Parlamentar da Assembleia Legislativa e a Defensoria Pública, que promovem também a 12ª edição do projeto “Mulher Viver com Dignidade”, com o apoio da Prefeitura e da Câmara Municipal de São Gonçalo do Amarante. O evento é marcado por ações gratuitas que acontecerão das 8h às 12h, na Creche Municipal Maria Lalá da Costa, no bairro Santo Antônio.

Dentre as atividades oferecidas, destacam-se serviços na área de saúde, como atendimento em oftalmologia, ginecologia e aplicação de vacinas para crianças, oficinas práticas de confecção de sabão e rodas de conversa. A população terá acesso ainda aos serviços jurídico e psicossocial da Defensoria Pública do Estado.

Leave A Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *